De 12 a 14 anos

DE 12 A 14 ANOS

 Entramos agora numa fase complexa. Grandes mudanças estão acontecendo tanto no corpo, com a puberdade, como também na alma. Autoafirmação, autossegurança, autoestima, autoconfiança são exemplos de sentimentos que tem que ser desenvolvidos nesta idade. O apoio dos pais é importantíssimo e é necessário um grande esforço em amor para entender e orientar o ser humano agora, que está deixando de ser criança para se tornar um adolescente e caminhar para a vida adulta. Esta é a idade dos questionamentos e das infindáveis dúvidas, tudo parece confuso e sem sentido. A vida não é mais tão simples como era até então: estão crescendo e decisões importantes deverão ser tomadas. Este mundo confuso e sem sentido, é claro, só existe na cabecinha deles. Mas não é isso que precisam ouvir. Precisam ouvir que tudo vai acabar bem e que elas não estão sozinhas. Estamos sempre por perto para conversar e ajudar e para mostrar o lado bom de tudo. Vamos entender alguns detalhes.

 O que muda no corpo:

 - o corpo agora não só cresce como se modifica. É a fase da puberdade onde as modificações externas e internas lhes parecem estranhas. Muita paciência e compaixão é o que devemos demonstrar, elogiando e explicando como são as transformações que estão ocorrendo com eles, porque e para que estão ocorrendo.

- nesta idade a criança que agora chamamos de pré-adolescente, tem prazer nas atividades físicas e um apetite enorme. As meninas se desenvolvem mais rápido que os meninos ficando mais altas. Depois os meninos dão uma esticada e ultrapassam as meninas em altura. A maturidade emocional é mais lenta nos meninos do que nas meninas e devemos nos lembrar que meninos não são iguais às meninas na questão sentimentos. As meninas são mais desenvolvidas no lado emocional e sentimental enquanto que os meninos são mais racionais. Devemos ensinar isso às meninas para que não tenha expectativas utópicas sobre o comportamento dos meninos que não agirão de forma alguma como elas gostariam que fosse porque os meninos não sentem o que as meninas sentem. Eles são bem diferentes. Se ensinarmos desde esta idade a diferença entre meninas e meninos evitaremos grandes frustrações para as meninas sensíveis e sentimentais.

- nesta idade as crianças passam por períodos alternados de energia e grande cansaço e às vezes são chamadas de preguiçosas, mas na verdade estão realmente cansadas. Elas precisam agora desenvolver seu próprio ritmo e descobrir em que horário do dia ou da noite a energia é melhor aproveitada. Entra fundo nesta fase a necessidade de respeito por parte dos pais e adultos que devem ter paciência para que cada pequeno indivíduo consiga se encontrar consigo mesmo. Não devemos em absoluto impor as nossas perspectivas, exigências ou cobranças. Impor o que nós achamos que é certo pode desviá-los do caminho que DEUS já preparou para elas

- a criança nesta idade é desajeitada, pois os braços e as pernas crescem antes do resto do corpo, portanto devemos entender que se nossos filhos derrubam tudo que pegam nas mãos, ou esbarram em tudo por onde passam, é porque eles precisam se acostumar com seus membros mais compridos. O crescimento agora é rápido.

 Vamos falar sobre a mente:

 - a capacidade mental agora está quase atingida. O ser humano vai aprender a vida toda, mas o desenvolvimento do cérebro que guarda o raciocínio e armazena informações está quase completo.

- nesta idade, nossos pré-adolescentes querem saber a razão de tudo: é a idade das dúvidas e não aceitam o que lhes é dito sem saber o por que. Vão igualmente rejeitar o que não é explicado adequadamente e vão pensar com seriedade. Porém tomarão decisões precipitadas, pois acham que já sabem muita coisa. Não adianta brigar com pré-adolescentes, eles estão aprendendo.

- a imaginação nesta fase é bem ativa. O pré-adolescente gosta de aventuras e é pesquisador. Isso é ótimo para começar a descobrir o que vai fazer na vida. É importante incentivar as pesquisas e não dar opiniões sobre o que ele deve gostar ou se interessar.

- o pré-adolescente também tem prazer em resolver problemas e fazer experiências para descobrir coisas novas. Orientação é o que ele precisa e não proibição.

Em relação às emoções:

 - o pré-adolescente é instável, veemente (forte, intenso) e inconstante. Isso deve ser levado em conta antes de cobrarmos dele comportamentos que ainda não podem ter. O ser humano leva mais de vinte anos para amadurecer emocionalmente e vai depender do apoio que tiver recebido desde a infância. Mais uma vez devemos repetir: o caminho é amar e respeitar o pré-adolescente.

- nesta idade, o pré-adolescente chora ou ri sem razão aparente. Não precisamos nos preocupar com tudo o que dizem, pois como são instáveis logo estarão bem de novo e querendo procurar a turma.

- o pré-adolescente é leal à sua turminha. Portanto não devemos fazer um drama se ele dá mais importância aos coleguinhas do que aos pais. É só uma questão de autoafirmação e não envolve o que sentem em relação aos pais, a não ser que os pais comecem uma opressão e perseguição. Se os pais agirem desta forma, problemas estarão à vista: ou a criança vai se retrair e entrar numa de introspecção e depressão, ou vão entrar numa de rebeldia e desobediência. E vão se afastar dos pais opressores e perseguidores e o relacionamento entre eles estará prejudicado para toda a vida. Respeitá-los é essencial.

- o pré-adolescente é extremamente autoconsciente  e ele mesmo exige demais de si mesmo, por isso não precisamos complicar mais ainda.

 - nesta fase, ele não gosta de chamar a atenção para si. Não devemos ficar falando dele na frente dos coleguinhas. Para completar a complicação, o pré-adolescente se sente mal entendido, acha que ninguém compreende o que está sentindo. Devemos ter muita paciência com as crianças nesta fase difícil, onde tudo está mudando, pois eles precisam sair de uma fase infantil para uma fase que caminha à adolescência. Estão agora no meio termo, não são mais crianças, mas também não são adolescentes ainda.

 No que diz respeito à vontade nesta fase:

 - o pré-adolescente é independente e quer ser considerado como um adulto. É claro que nós sabemos que ele está muito longe de saber o que é ser um adulto, mas nós devemos respeitar esta fase ajudando-o a perceber como são as coisas realmente. E na verdade, a ajuda que podemos dar é de apenas ouvir, porque ele chegará sozinho às conclusões óbvias e assim vai crescer sabendo que teve o direito de fazer suas próprias escolhas sem ter sido jogado de um lado para o outro nas opiniões alheias.

- o pré-adolescente aprecia aqueles que sabem dar liberdade para tomar decisões e também para negá-la dando razões, explicando os regulamentos para que entenda que são razoáveis e que são para o seu próprio bem. Ele ficará grato a quem lhe exigir obediência mesmo esperneando contra a ordem. Devemos agir com firmeza, mas sem agressões. Bons argumentos convencem melhor.

 Em suas relações sociais:

 - o pré-adolescente enfrentará problemas de ajustes sociais. Misturam-se meninos e meninas. As meninas são mais autoconfiantes, pois se desenvolvem mais rápido.

- nesta fase eles gostam de atividades em grupo em que todos participam e ninguém se destaca. O senso de humor permanece e mais forte agora e continua achando graça em tudo, até em coisas sérias.

- o pré-adolescente quer se sentir parte integral da turma de amigos: é hora de cuidar do bullying. Nesta fase não pesa mais a opinião dos pais e sim as da turma. Portanto se os pais quiserem conquistar os filhos e tê-los sempre por perto e felizes, eles terão que agradar os amiguinhos deles e eles vão sentir que os pais se importam com o que é importante pra eles, com o mundo atual deles. Algumas mães são infantis achando que eles não gostam mais delas. É uma fase e vai passar. Dependendo dos pais, os filhos podem se tornar eternos companheiros. Devem ser tratados com carinho e respeito e ensinados a serem responsáveis com a família, sem sufocar ou dar-lhes responsabilidades maiores do que a sua capacidade de entendimento. Podem soltá-los um pouco, mas segurando as rédeas, para que eles sintam que os pais se importam com eles.

 O que podemos dizer sobre o espírito:

 - as dúvidas agora são importantes, são dúvidas honestas que o levam a verificar e examinar se o que está sendo ensinado é são e proveitoso. DEUS colocou no jovem esta característica para que se apegue firmemente à verdade e elimine os erros. Mas é um período crítico: se ainda não é salvo, se ainda não conhece a JESUS e não aceitou a JESUS, vai procurar no mundo a satisfação que ainda não encontrou para preencher o vazio da alma. Se já for salvo, vai voltar a analisar tudo o que lhe foi ensinado. Decisões são importantíssimas nesta fase, pois serão duradouras.

RESUMINDO: o pré-adolescente de 12 a 14 anos é:

No corpo: desajeitado

Na mente: criticador

Na vontade: independente

No emocional: inseguro

No social: sociável

No espiritual: desconfiado

Paciência, muita paciência e acima de tudo devemos nos lembrar de que a vida e o mundo real ainda são desconhecidos para este pequeno ser que pensa que sabe muito. É importante que também achemos que ele sabe muito, afinal ele aprendeu inúmeras coisas desde que nasceu e não podemos ignorar isso! O processo pelo qual passaram até agora foi intenso, complexo e está ficando difícil de digerir e interpretar. Foram muitas informações absorvidas até agora e muito progresso em todos os sentidos, afinal quando nasceram, não sabiam nem se virar de lado e nem fazer nada sozinhos.

Leave a response and help improve reader response. All your responses matter, so say whatever you want. But please refrain from spamming and shameless plugs, as well as excessive use of vulgar language.

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.