De 6 a 8 anos

DE 6 A 8 ANOS

 A fase de 6 a 8 anos é muito importante, pois fecha-se um ciclo de 7 anos da criança para iniciar outro agora em que a criança vai firmar em sua mente tudo que lhe aconteceu e formar a sua personalidade. O próximo ciclo de 7 anos vai ‘organizar’ tudo o que foi feito até agora e vai determinar as diretrizes desta nova fase. Se a criança foi respeitada e sua infância bem estruturada, a criança vai agora relacionar o que reteve de sua educação para confirmar em seu caráter o que deverá seguir de agora em diante. Se ela teve seus sentimentos de autoaceitação e autossegurança desenvolvidos, agora vai aprender confiante e com alegria, pois este é o ciclo do maior interesse em aprender coisas novas.

 Se a criança não foi respeitada e foi maltratada, vai entrar no novo ciclo com receio de querer aprender coisas novas, por medo de ser repreendida. Ela vai então se reprimir e tornar-se introspectiva e sua vida está prejudicada.

 Vamos falar sobre o corpo da criança de 6 a 8 anos:

 – a capacidade manual nesta idade é mais ampla: a criança consegue construir e até seguir alguns jogos. Muitas atividades podem ser desenvolvidas para que usem as mãozinhas para construir coisas.

– o crescimento do corpo agora é mais lento e a criança desta idade tem mais controle sobre os músculos. Assim, ela vai gostar de elaborar atividades um pouco mais complexas, como, por exemplo, o jogo dos sete erros, quando a atividade for sentada e pulos em círculos desenhados no chão quando a atividade for de pé.

– a criança agora também já é mais independente e pode participar de mais atividades. Em várias situações em que antes solicitava a ajuda da mãe, agora a criança já pode fazer sozinha e é importante os adultos entenderem que esta fase contribui para o crescimento da independência da criança que, se receber a devida motivação e atenção, quando se tornar adulto vai resolver seus problemas tranquilamente.

Sobre a mente da criança de 6 a 8 anos:

– a criança agora já começa a guardar muito mais coisas em sua memória e tem também muita imaginação. Ensinamos agora a criança a ler e escrever e isso deve ser um aprendizado muito prazeroso e divertido. Quanto mais divertido, mais a criança assimila. Por exemplo, podemos usar melodias para a repetição das letras e sílabas. Melodias agradam a criança que gosta de cantar, pois a faz sentir-se feliz. Ela consegue agora prender a atenção por mais tempo se o assunto for de seu interesse.

– nesta fase, a criança gosta de histórias de heróis e começa interminaveis encenações onde ela mesma é o herói e protagonista. Não devemos interferir em suas brincadeiras e nem fazer comentários sobre o que ela está falando. Muitas de suas falas serão repetições do que ouviu em desenhos na televisão ou conversas de adultos, mas logo passarão porque a criança não sabe ainda o sentido do que foi dito. Se a repreendermos por algo que ela tenha falado e chamarmos a atenção sobre o assunto estaremos então reforçando e fincando em sua memória algo que logo seria esquecido se não falássemos nada.

a linguagem figurativa ainda não é bem entendida nesta idade, por isso é preciso explicar o que queremos que a criança desta idade entenda de forma que ela possa compreender, ou seja, usando palavras que ela conhece e frases simples.

– a criança nesta faixa etária gosta muito de brincar com números e palavras. Muitas atividades podem ser desenvolvidas sobre este tema.

 No que diz respeito às emoções:

  as experiências nesta fase precisam ser satisfatórias, ou seja, sobre assuntos que realmente vão interessar a criança e que contenham alguma lógica e sequencia.

– a criança nesta idade se irrita se não puder se mexer depois de ficar muito tempo sentada. Devemos então propor atividades que possam fazer alternadamente sentadas e de pé. Jogos e brincadeiras com palavras e números podem ser feitas com as crianças em pé em círculo na sala de aula ou no pátio. Também brincadeiras que ensinem a cooperação e a solidariedade, ajudando quem está do lado.

– a criança desta idade se zanga quando fracassa. Devemos abusar das palavras de incentivo e motivação convidando a criança a tentar novamente, ou dar outra ideia de ocupação.

– a criança nesta faixa etária fica ressentida se for interrompida numa brincadeira ou atividade interessante. É difícil para ela largar a brincadeira, mas com jeito podemos conversar e falar sobre outras oportunidades que terão para brincar.

é importante para a criança a aprovação daqueles à quem ela respeita, ajuda a firmar a autoestima e a se sentir bem consigo mesma.

– o temor e o medo ainda influenciam fortemente suas emoções por falta de experiência ou segurança, pois o desconhecido desperta receio. Não se deve de forma nenhuma colocar medo na criança e isto em nenhuma idade é permitido. O medo não vem de DEUS e prejudica profundamente qualquer ser humano em qualquer idade.

– nesta fase podemos começar a ensinar um pouco de compaixão, mesmo em meio às brincadeiras. É na convivência com os amiguinhos que preparamos a criança para o mundo e a socializamos.

 A criança de 6 a 8 anos e a sua vontade:

 – a criança é mais cooperativa nesta idade do que em qualquer outra, mas agora ela tem vontade própria e está se autofirmando, às vezes resistindo às ordens recebidas. Devemos adaptar um modelo de flexibilidade verbal para atingir os nossos objetivos a partir de agora: a criança vai atender muito melhor a sugestões amáveis, do tipo “você poderia, por favor…” ou “vamos…” ou “que tal se nós…?”

O aprendizado no que diz respeito ao social:

 – sua relação com o mundo é cada vez maior. A criança desta idade gosta de brincar com as outras crianças, gosta de conversar, e de imitar os outros. Devemos tomar cuidado com as nossas interferências de adultos para não julgarmos uma situação sem ter visto o acontecimento completo e devemos permanecer sempre neutros, promovendo a harmonia e a paz entre as crianças.

– nesta idade a criança ainda está aprendendo a equilibrar o egoísmo e a aprovação social, ou seja, sua necessidade de ser aceito pelos outros. Então, aos poucos vai aprendendo a emprestar e pedir emprestado.

– por ser já muito mais independente, podemos pedir sua colaboração em arrumações no ambiente, mas sem no sentido de convidar a fazer e jamais obrigar a fazer.

 Para cuidarmos do espírito da criança nesta idade:

 – devemos saber que é importante agora que a criança  conheça a CRISTO como Salvador e que ela saiba o que ELE fez por ela com o Seu imenso Amor.

– se a criança nesta idade ainda não fez sua escolha ao lado de CRISTO não é difícil convencê-la da sua necessidade, pois a criança nesta idade sabe muito bem distinguir entre o certo e o errado e quer ser boa, mas ainda não consegue. Entenda isso e não force comportamentos que a criança não pode ter.

– esta é uma idade em que a criança consegue um bom crescimento espiritual e é dever nosso entregar este caminho a ela. O caminho que a leva para junto de DEUS é o caminho que vai ajudá-la a resolver todos os seus problemas. Esta é a melhor herança que podemos deixar para as novas gerações. Devemos procurar a edificação de cada criança em CRISTO.

Ninguém tem o direito de privar a criança das

bênçãos que foram reservadas para ela por DEUS

nas regiões celestiais. Cada criança foi criada por DEUS com um propósito específico, um plano de DEUS para a vida de cada ser humano.

Se amamos de verdade

nossas crianças, seremos canais de intercessão

entre elas e o nosso Pai e Criador de todos.

RESUMINDO:

 a criança de 6 a 8 anos é:

No corpo: realizadora

Na mente: retentora

Na vontade: cooperadora

No emocional: impaciente

No social: camarada

No espiritual: discriminadora (estabelece diferenças)

Leave a response and help improve reader response. All your responses matter, so say whatever you want. But please refrain from spamming and shameless plugs, as well as excessive use of vulgar language.

9 Responses to “De 6 a 8 anos”

  1. Rosangela Andrade

    Matérias ótimas! Parabéns!

    • Jocelyne

      Olá querida Rosangela! Que bom que gostou! Vc tem filhos de que idade? Desejo-lhe muita PAZ!

  2. ana carla

    foi ótimo para mim seu esclarecimento!!!

    • Jocelyne

      Que bom que gostou Ana!

      Fico à disposição pra conversar quando quiser.
      Sou de São Paulo, e vc ?
      Abraço!

    • Jocelyne

      Olá Ana! Obrigada pelo comentário. É sempre bom confirmar aquilo que pensamos, não é mesmo? Tenho certeza de que vc é uma ótima mamãe. Que idade tem seus filhos? Um beijo carinhoso no seu coração!

  3. Cleomar

    Olha gostaria de receber emails sobre o assunto,pois vejo que irá me ajudar muito,tenho duas filhas,8 e 11 anos.As vezes me sinto perdido diante da educação que preciso dar a elas.

    • Jocelyne

      Além dos que eu enviei, vc tem mais alguma dúvida? Gostaria de falar mais sobre algum assunto específico?
      Deixo um grande abraço p/vc!

  4. alex

    excelente, estou degustando aos pucos! rsrsrs.. Parabéns.

    • Jocelyne

      Obrigada Amado! Tudo o que está neste blog vem do Espírito Santo. DEUS está nos chamando a rever nossas atitudes para termos um melhor relacionamento com nossos filhos e que eles tenham mais direção e prosperidade espiritual. Grande abraço!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s