De 9 a 11 anos

DE 9 A 11 ANOS

 A faixa etária de 9 a 11 anos pode ser maravilhosamente explorada. Na fase central do novo ciclo, esta é a idade dos acontecimentos que podem deixar marcas profundas na alma ou grandes recordações sejam elas boas ou ruins. Dotado de uma alegria fora do comum, o ser humano entre 9 e 11 anos não tem medo e procura aventuras para viver este período como um explorador. Com uma sede enorme de conhecimento e buscas por novos assuntos, a criança de 9 a 11 anos vai começar a descobrir para qual área pendem as suas aptidões. Ainda gosta muito de fantasiar, mas agora faz a relação com o que é real, querendo entender o mundo e seus questionamentos podem levar à frustração. Com sua mente tão nova, enxerga coisas boas e soluções simples para reestruturar o planeta. Nesta fase entusiasta é importante darmos apoio ouvindo as suas ideias e permitindo que ele se expresse totalmente. Os nossos comentários devem ser positivos e motivadores, pois de uma simples ideia ou vontade pode surgir um grande feito.

DE 9 A 11 ANOS – O CORPO

O que muda em seu corpo: – como o crescimento corporal neste final de infância continua mais lento, o fator importante agora é dar atenção maior ao intelecto.

– a criança tem vontade de comer mais e precisa se mexer muito. Nesta idade, as atividades ao ar livre são muito apreciadas pelas crianças que tem energia de sobra pra gastar.

– a saúde é excelente. É impressionante e contagiante avontade de viver e aprender mais e mais coisas e este estado de espírito ajuda na saúde em geral.

– nesta idade a criança controla bem os músculos e pode fazer coisas que não faria em outras fases da vida. Alguns, mais agitados, gostarão de esportes enquanto que os mais calmos querem devorar livros.

– a criança de 9 a 11 anos gosta de tudo o que lhe proporciona controle e conhecimento como jogos de ação e de raciocínio.

dançar também pode fazer parte das escolhas para esta idade, a turminha gosta de ouvir suas músicas prediletas e ensaiar sozinha ou em grupo os movimentos. Para crianças desta idade isso é divertido e ajuda a desenvolver a flexibilidade e a coordenação.

DE 9 A 11 ANOS – A MENTE

A criança de 9 à 11 anos e a mente: – a criança desta idade tem muita sede de saber e um desejo enorme de aprender. Ela gosta muito de leitura, e esta é a hora de incentivar deixando que escolha livros sobre assuntos de seu interesse.

– a memória da criança nesta idade é muito boa e o que ela vai aprender ficará gravado para a vida toda. Ensinar valores e princípios como os provérbios que DEUS deixou escrito pra nós fará a diferença em seu comportamento. Tudo o que precisamos para viver bem, feliz e em harmonia está bem detalhado no mais importante livro já escrito na terra.

– nesta idade também a criança gosta de colecionar coisas. Não devemos interferir na escolha, a criança deve ser livre para colecionar o que tiver vontade. Colecionar ensina a criança pontos importantes como: organização, disciplina e perseverança. Com o tempo surgem outras ocupações e as coleções de criança serão esquecidas.

– a criança de 9 a 11 anos já sabe relacionar tempo, espaço e acontecimentos. Ela é capaz de descrever com detalhes o que aconteceu, onde aconteceu, quando e porque aconteceu, tanto na vida real como fictícia.

– a criança de 9 a 11 anospode diferenciar perfeitamente entre realidade e imaginação. Nesta idade é comum se projetar como personagem e ela vai querer que a estória seja contada com a maior exatidão possível. Paciência e tempo para ouvir a criança sem interromper, deixando que ela se expresse e mostrando interesse pelo o que ela está falando sem ficar dando palpites ou julgando e criticando a estória que ela está contando. Nesta fase a criança está desenvolvendo suas habilidades em falar e não podemos intimidá-la em suas estórias. Não devemos dar muita ênfase no que é falado e sim no fato de estarem aprendendo a se expressar, que é essencial para o futuro social.

DE 9 A 11 ANOS – AS EMOÇÕES

As emoções disparam e a empolgação desta fase é deliciosamente contagiante: – a criança desta idade tem muita confiança em sua capacidade de vencer e devemos motivá-la a fundo. Esta confiança vem do propósito individual de DEUS, para realizar feitos brilhantes.

– as vezes a criança desta idade não gosta muito de demonstração de afeição e devemos respeitar isso. Mas a criança precisa constantemente saber que é querida e amada. A afeição pode ser demonstrada pelo tom de voz e através de nossos atos, no lugar de beijos e abraços se a criança demonstrar que não quer ser beijada ou abraçada na frente dos amigos. As meninas por serem mais sentimentais podem ainda querer ser abraçadas e beijadas, mas não devemos forçar.

– nesta idade aparece também o senso de humor. Tudo é engraçado e motivo para piadinhas e risadas, até mesmo as tragédias que acontecem pelo mundo e que não as atinge diretamente. Devemos entender isso como um escape para não pensar em problemas que não podem ser resolvidos por elas mesmas. Não há problema nenhum nisso e não se deve repreender a criança só por querer animar um pouco a galera. Com o tempo ela aprende a analisar as consequências do que a tragédia pode trazer de triste ao ser humano e terá compaixão.

DE 9 A 11 ANOS – A VONTADE

No que diz respeito à vontade: – a criança de 9 a 11 anos pode se rebelar contra os adultos que se comportam como ditadores, pois prefere quem demonstra simpatia e carinho. O adulto que começar um jogo de ‘quem pode mais’ só vai trazer contendas. O melhor em qualquer situação sempre é amar incondicionalmente, entendendo a mente da criança e suas características nessa idade, usando um tom de voz suave e sem cobranças com raiva: “A resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira” (Provérbios 15:1)

– a criança nesta idade precisa e deseja direção na vida. Nós devemos ensinar o melhor caminho que para a criança ainda é algo que parece desconhecido e ensinar com mansidão, sem gritos ou imposições.

– nesta fase, a criança gosta muito de ir à casa dos outros para fazer trabalhos de escola. Saber em que ambiente a criança está e como são as pessoas que estão ao seu redor, tanto crianças quanto adultos é uma questão de segurança. Às vezes um adulto parece muito afetuoso e gentil e pode ser um pedófilo. Devemos prestar atenção às reações e conversas das crianças. O melhor é que as crianças estejam onde podemos dar uma olhada de vez em quando. Devemos conhecer quem são os pais ou parentes da criança aonde ela quer ir para passar a tarde, é uma boa forma dos pais travarem novos conhecimentos e é também assunto para a reunião de pais e professores. Deve haver comunhão entre todas as pessoas que passam certo tempo com a mesma criança, para trocar percepções.

DE 9 A 11 ANOS – O RELACIONAMENTO SOCIAL

Nesta fase os relacionamentos se intensificam e a criança começa a escolher aqueles que ela quer manter. Os relacionamentos com adultos que respeitam a sua maturidade permanecerão por muito tempo, talvez por toda a vida. Aqueles que se impõe ou travam batalhas de poder ou contendas serão afastados, mesmo se tratando de familiares.

Em relação ao social: – nesta idade a criança gosta de competir, de brigar e de fazer barulho. Não devemos alimentar o orgulho e a altivez em uma competição, mas sim, que a brincadeira é divertida e não se pode inferiorizar ou ridicularizar quem não consegue uma classificação. Devemos mostrar que ninguém é mais importante do que ninguém e que todos são bons em alguma coisa em especial. Promover a solidariedade e a compaixão e incentivar a amizade combate o bullying.

– por gostar de fazer barulho, as crianças desta idade ficam mais à vontade ao ar livre, onde tem mais espaço. Na escola é a hora do recreio ou da educação física que as crianças preferem, onde podem correr e se sentir livres da pressão que os adultos fazem sobre elas.

– nesta idade se formam as turmas, porque a criança desta idade geralmente não aprecia o sexo oposto. É muito importante para a criança agora fazer parte da turma, do grupinho que tem a mesma idade e o mesmo sexo. As crianças nesta idade gostam de fazer coisas em grupo. Para os meninos, por exemplo, fazer parte de um time de futebol. Para as meninas, se reunir para conversar, para passear e para brigar também: brigam com a mesma facilidade com que fazem as pazes. Quando a criança nos conta suas desavenças, devemos ter paciência e ouvir tudo o que ela tem pra dizer, deixando-a expressar todos os seus sentimentos. Depois podemos conversar e aconselhar. Jamais devemos ridicularizar ou largá-la em seus problemas dizendo que não temos ‘tempo pra isso’. Mesmo que não saibamos o que dizer, ao menos devemos dar atenção e mostrar compaixão. Uma criança que não gosta de agitação pode querer procurar o grupo de comportamento mais tranquilo, havendo meninas que preferem conversar com os meninos por não querer fazer parte das populares ou também meninos que buscam a companhia de meninas mais tranquilas ao invés de jogar futebol com os outros.

– nesta fase também começa o senso de responsabilidade, que deve ser encorajado e desenvolvido. A criança quer agora ser reconhecida pelas coisas boas que faz. Esta é uma atitude dada por DEUS às crianças nesta idade para que busquem aquilo que é bom e merecedor de admiração. Por isso as crianças nesta faixa etária gostam tanto de heróis. E assim são incentivadas a executar tarefas que as levam em direção a uma vida nobre.

DE 9 A 11 ANOS – O ESPÍRITO

Em relação ao espírito: – a criança de 9 a 11 anos reconhece o que é o pecado e precisa se livrar das consequências, porque não quer que as pessoas pensem que é uma criança ruim, ela quer sempre parecer boa. Muita paciência nesta fase e nada de exagerar nas cobranças. A criança desta idade já se sente bem frustrada quando faz algo errado, então não precisamos afundá-la mais ainda. Pelo contrário, devemos sempre dar uma palavra de apoio e mostrar como podemos aprender com os erros.

– nesta idade a criança estabelece altos padrões de vida quase sempre utópicos, tanto para si como para os adultos que a rodeiam e fica decepcionada e frustrada porque as pessoas não conseguem seguir estes padrões e nem ela própria consegue andar conforme estes padrões. E o fato de ela não conseguir alcançar estes padrões a deixa muito frustrada. Com paciência, nós conversamos sobre os assuntos que surgirem em sua mente, procurando entender o ponto de vista da criança. Podemos ensinar sobre o caminho da salvação e como o relacionamento com DEUS pode ajudar a evitar tais frustrações, desenvolvendo o seu lado espiritual para descobrir o propósito de DEUS para a sua vida. Precisamos ensinar às crianças que podemos falar com DEUS como falamos com o nosso melhor amigo nesta fase em que as mentes estão abertas para conhecer mais sobre quem é DEUS.

RESUMINDO: a criança de 9 a 11 anos é:

Em relação ao corpo: valente

Em relação à mente: investigadora

Em relação à vontade: independente

Em relação ao emocional: intrépida (não tem medo)

Em relação ao social: expansiva

Em relação ao espiritual: realista

A faixa etária, de 9 a 11 anos traz muitas novidades, dentre as quais uma grande sede de aprender e uma vontade imensa de viver. Por sua coragem e obstinação, a criança de 9 a 11 anos precisa ser motivada e orientada em todos os campos. Conforme a motivação e atenção que ela receber em relação aos estudos e, contanto que não haja cobrança demasiada, ela vai gostar de estudar.

A criança de 9 a 11 anos é valente e acha que pode conseguir qualquer façanha. Não é exagero, na verdade uma criança nesta idade faz coisas que jamais poderá fazer em nenhum outro momento da vida.

Sua mente é investigadora e vai fundo em assuntos de seu interesse. Se for bem incentivada nos estudos, a criança de 9 a 11 anos será brilhante nas matérias que lhe interessam. Cuidado para não cobrar demais por coisas que jamais usarão na vida.

Sua vontade agora pende para a independência e a criança de 9 a 11 anos pode começar a escolher seu espaço e não querer ter intrusos. Pessoas educadas e respeitosas serão sempre bem-vindas. Quanto aos autoritários e mandões, estes serão mantidos fora do círculo de amizades, mesmo que sejam da família. Se não respeitarmos o espaço deles, eles não aprenderão a respeitar o dos outros. Eles aprendem pelo exemplo que damos.

No campo emocional a criança de 9 a 11 anos é intrépida, ou seja, ela não tem medo de nada; uma característica que a sociedade se encarrega de destruir pervertendo as mentes humanas com sensacionalismo, dramas e assuntos que não fazem parte desta fase de desenvolvimento.  

 Em seu campo social a criança de 9 a 11 anos é expansiva, portanto vai buscar mais e mais pessoas para o seu convívio e construir amizades duradouras. Algumas destas amizades poderão durar a vida inteira.

Em relação ao seu lado espiritual a criança de 9 a 11 anos é realista: muitas perguntas serão feitas para questionar o campo espiritual e escolhidas apenas as respostas que fizerem sentido.

 

Anúncios

Leave a response and help improve reader response. All your responses matter, so say whatever you want. But please refrain from spamming and shameless plugs, as well as excessive use of vulgar language.

6 Responses to “De 9 a 11 anos”

  1. Cleomar

    Foi bom ter descoberto este posts,pois irá me ajudar bastante.

  2. Leylla

    concordo plenamente com tudo e tenho 10 anos

  3. Carlos Eduardo

    muito bom e eu tenho 10 anos

  4. Carlos Eduardo

    desculpe tenho 11

  5. ROBERTA

    Amei!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s