Repreender ou Orientar?

REPREENDER ou ORIENTAR

As palavras e o tom de voz que usamos podem criar reações e resultados completamente opostos às que pretendemos, dependendo do que o adulto tem em seu coração e do que quer transmitir para a criança. Veja a ilustração: se o adulto usa sentimentos negativos como a raiva ou a impaciência, a criança se sente agredida e acaba absorvendo esta raiva. Todos nós sabemos que sentimentos como a raiva são prejudiciais à saúde emocional que, se abalada, afeta a saúde física.

 Quando um adulto aprende algo novo, como, por exemplo, um novo idioma, só vai conseguir guardá-lo em sua memória se as palavras do novo idioma lhe forem repetidas diversas vezes. A mesma coisa acontece com a criança que está aprendendo coisas novas como, por exemplo, comportamentos, matérias, disciplina e ordem. Temos que ter a paciência para repetir inúmeras vezes.

Quando somos responsáveis pela educação de uma criança e queremos que ela se torne um adulto feliz e bem sucedido, devemos tomar cuidado com as palavras e o tom de voz que usamos.

 Palavras boas e ditas em tom suave de voz trazem um resultado muito mais eficaz, sem desgaste emocional nem para a criança nem para o adulto e não vai perturbar o “clima” do ambiente. Os ânimos continuarão elevados e o aprendizado melhor absorvido.

 E nada é mais importante em um lar do que ver reinar a paz de JESUS. Não podemos querer que a criança assimile tudo o que o adulto fala desde a primeira vez. Cada indivíduo tem seu ritmo, aprende de forma diferente e isto tem de ser respeitado.

 As crianças procuram algo para fazer para chamar a atenção dos pais e nem sempre este algo é uma coisa certa. Então se um filho estiver fazendo algo errado devemos nos limitar a dizer que não pode e desviar a atenção dele para outra coisa que ele possa fazer.

 E quando a criança estiver fazendo o que pode fazer, temos que elogiar, fazer carinho, conversar com ele, é isso que ele quer porque é isso que ele precisa.

 Não é sendo duro com os filhos que eles vão aprender a ser independentes e a se virarem sozinhos. Pelo contrário: eles vão se sentir rejeitados e não vão conseguir fazer nada sozinhos por medo de reprovação dos outros.

 Devemos dar opções aos nossos filhos, eles precisam estar ocupados com algo interessante para a idade deles para não pensar em besteiras. Se a mente deles estiver desocupada é uma brecha perfeita para o ‘inimigo entrar em ação’. Não devemos maltratar ou bater. Devemos amar, mas amar com o amor que já aprendemos: o amor incondicional, como DEUS nos ama!

 Vamos lá, mamãe! Mas devemos nos lembrar de que mãe não é uma super-mulher e nem é de ferro. A família é um todo, todos tem seu papel e a mãe é o centro deste núcleo para o equilíbrio do lar.

 DEUS capacita as mulheres para edificar o seu lar, mas só o faz se pedirmos. DEUS não entra sem ser convidado. O Seu respeito é tanto, que ELE aguarda a permissão para entrar.  Podemos convidar JESUS a morar em nossa casa.

 E nós devemos procurá-lo para lhe dar esta permissão já que queremos uma vida plena. Tudo se torna mais fácil quando temos a direção de DEUS, tudo é mais claro e mais simples. É! Simples mesmo! Quando queremos pão,  vamos a padaria e compramos pão. Quando queremos combustível pro carro, vamos ao posto e compramos. Quando queremos paz, harmonia, satisfação, vida plena e uma infinidade de outras coisas boas, vamos à fonte: DEUS! E nem precisamos de dinheiro pra isso, é de graça, é a Graça do SENHOR!

 

Leave a response and help improve reader response. All your responses matter, so say whatever you want. But please refrain from spamming and shameless plugs, as well as excessive use of vulgar language.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s